Acreditamos na comunicação envolvente!

Acreditamos na comunicação envolvente!

Ouvir a Vivian Blaso na Casa do Saber sobre Cidades Afetivas e a Sociedade do Cansaço, reafirmou que estamos no caminho certo. Vivian transita por diversos autores como Edgar Morin, Byung-Chul Han e Michel Serres.

Trouxe um diagnóstico de que a sociedade vive a violência da positividade e do excesso de desempenho, propiciado pela cultura digital. Estamos numa Sociedade do Cansaço! Sempre temos algo a fazer, descansamos para trabalhar mais!

Mas nem tudo está perdido, Edgar Morin, autor contemporâneo, afirma que existe abertura de oportunidades diante da complexidade.

A cultura digital ajudou a conectividade do coletivo. Na rede as pessoas formam grupos ou projetos com afinidades do que acreditam. Combinam encontros, usam e se apropriando de espaços, pela conectividade do presencial, do afeto pela gentileza urbana.

O que me fez concluir, que a comunicação digital está dando vazão à comunicação face a face, elas estão se complementando. É a comunicação que transforma que cria novas narrativas!

Venham falar com a gente. Vamos criar estas novas narrativas que fazem sentido!

Quem quiser saber mais, adorei a dica da Vivian Blaso, uma leitura rápida e com bastante conteúdo: Sociedade do Cansaço de Byung-Chul Han. Vale a pena também conhecer http://www.cidadesafetivas.com.br

Por Monica Deliberato

Sem comentários

Postar um Comentário